terça-feira, 1 de dezembro de 2009

reaja!

tome um tapa na capa, daqueles bem doídos. daqueles que doem por dentro. pare com o tatibitate, com o mimimi, com o blábláblá. assuma seus riscos, pontue suas metas, grite o indizível, chore todas as lágrimas invisíveis e sem cor. todas elas. está mais do que na hora de rir um pouco de si mesmo, não acha? pare de se preocupar até o dedo mindinho das tuas falsas verdades, do teu preciosismo idiota e torpe, da sua retórica insossa e mofada. tome um tapa na cara do seu próprio desgosto, da tua maior inveja, da tua cobiça despropositada. Sinta a dor real de viver cada dia como se fosse o derradeiro. Perceba que a dor e o prazer estão ali, lado-a-lado, assim como teus dias bons e ruins, o seu Deus e seu maior algoz. Estão todos ali, esperando que você tome apenas uma atitude. Estão todos ali com a face e a mão estendidas pedindo um pouco de misericórdia.

3 comentários:

Pitango disse...

Ótimas palavras para pensar!

Bruno Höera disse...

que texto foda.
acabou de dar um soco na minha cara.

Patricia Orsi disse...

Powwwwww. Doeu maninho!